Creche do Vida Nova mobiliza pais, alunos e comunidade
no combate à dengue

Paulo Medina

06/03/2019

O que você está fazendo para contribuir ao combate do mosquito da dengue? A pergunta, que faz parte da 4ª Campanha

Regional de Combate ao Aedes Aegypti desencadeada pela Prefeitura, motivou os alunos e os profissionais do Centro de

Educação Infantil (CEI) Dulcineia Regina Bitencourt Alves, no bairro Vida Nova, a fazer um movimento de conscientização

com os familiares e a comunidade sobre os perigos trazidos pelo mosquito transmissor da dengue.


Nos últimos dias, os 220 alunos da escola lançaram um desafio aos pais e à comunidade. Denominada “Ganhe o seu coração”,

a campanha levou os pequenos estudantes a baterem de porta em porta e desafiarem os moradores a deixarem a frente de

suas residências mais limpas. “Percebemos que algumas famílias construíram lixeiras e tiraram entulhos”, disse a diretora

da unidade, Fernanda Gameiro Nogueira.


As famílias que atingissem o objetivo ganhavam corações que eram colados pelos estudantes na fachada de cada residência.

O sucesso foi tão grande que todas as casas conquistaram o coração e no próximo mês a ação se estenderá por mais ruas do

bairro.


Nos dias 12 e 13 de fevereiro, os pais dos alunos foram chamados na escola para participarem de atividades interativas com

os filhos. O objetivo era reforçar a conscientização. “Fico feliz em ver nosso bairro tão limpo. Ainda mais com uma missão significativa em reduzir os casos da doença”, disse a mãe de um dos estudantes, Louys Latoia Costa.

Pais e alunos também assistiram uma apresentação teatral realizada por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde

sobre o tema.


A 4ª Campanha Regional de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti foi lançada em janeiro.

Campinas enfrentou duas epidemias de dengue desde 2013.
A Prefeitura afirma realizar diariamente ações de combate ao Aedes Aegypti. Entre janeiro e novembro de 2018, as equipes

de Saúde visitaram mais de 350 mil imóveis e tiveram acesso a cerca de 250 mil. 


A Prefeitura confirmou 41 casos de dengue registrados este ano na cidade, nesta quinta-feira (14).

O município também tem três confirmações de pacientes com o vírus da zika e um registro de chikungunya.

Jornal Legal © 2019 - Todos os direitos reservados