a931c566-2c4d-47fc-8893-7e943eeabf1d.jpg

Distrito do Ouro Verde ganha Praça da Juventude

19/12/2018

Da redação


Anunciada em 2011, finalmente  a Praça da Juventude saiu do papel. Inaugurada no sábado, dia 15 de dezembro, passa

a ser uma nova opção de lazer e esportes. O local, um amplo complexo de recreação, que faz parte do programa

“Campinas Bem Verde”. 


O prefeito Jonas Donizette entregou o espaço aos moradores e destacou o empenho da Administração ao assumir a obra com recursos próprios pela importância de recuperar uma área, que antes não era urbanizada, servindo de ponto para descarte

irregular de entulho e lixo, e que agora dará nova vida à região. “ É bom ter perto da casa da gente um lugar para poder fazer atividade física. Não é só praça, não é só lazer, é saúde ” afirmou o prefeito.


Denominada de “Pastor Alessandro Monare”, o nome da Praça é uma homenagem ao pastor  da Igreja Batista Vista Alegre,

no Jardim Vista Alegre, que atuava em vários projetos missionários e so- ciais na região. A família esteve presente à inauguração

e o pai e a irmã do pastor ficaram emocionados com a lembrança.
O pastor Alessandro Monare morreu no último dia 7 de outubro, ao lado da esposa Belkis e do filho Samuel, em um acidente de carro quando voltavam de uma viagem a Goiás. A família ficou desaparecida e o segundo filho Benjamin foi resgatado com vida

dois dias após o acidente
  
                      A obra

O investimento desta obra foi de R$ 2,48 milhões, que privilegiou a recuperação da mata ciliar e de nascentes do local,

com espaço de aproximadamente 41 mil metros quadrados. Foram plantadas 5 mil mudas de árvores das espécies Aldrago,

Palmeira Imperial, Jerivá, Angico e Ipês roxo, amarelo e rosa, entre outras. Também houve o plantio de 5 mil unidades de

espécies ornamentais e de 30 mil metros quadrados de grama.


A praça toda ganhou alambrado e conta com pistas de caminhada interna, com 700 metros de extensão, e externa,

de 1.200 metros de extensão. A iluminação da área passou a ser feita por cerca de 30 postes de luz branca, de 250 watts.
O complexo de lazer possui uma área coberta de cerca de mil metros quadrados, que poderá ser utilizada para feiras e outros eventos, prédios com sede administrativa, local para reuniões e sani-     tários, inclusive adaptados para pessoas com deficiência.

A população passa a ter três quiosques no parque, com mesas e bancos, para festas. Também há um parquinho infantil, academia ao ar livre, quadras de vôlei de areia e poliesportiva, campo de futebol de areia, campo de futebol gramado com arquibancada

e um campo de bocha coberto.


O novo complexo de lazer está aberto todos os dias, das 5h às 22h e localizado entre os Dic’s 5 de Março e 6, entre as

Ruas Abigail Zeni Nader, Muripiara e Carlos Cachaça. 
 
                    Histórico

As obras da Praça da Juventude, tiveram início em 2011, no mandato do prefeito cassado, Hélio de Oliveira Santos, e tinha

previsão de término em dezembro do mesmo ano. Isso porque, o recurso que seria utilizado já tinha sido aprovado pela Prefeitura de Campinas em 2009. Assim, do total, o Ministério dos Esportes doaria R$ 1,5 milhão e a Administração Municipal arcaria com

o restante, no valor de R$ 1,3 milhão. A obras mal começaram e foram paralisadas devido a crise política que a cidade passava naquela época, além das dívidas acumuladas pela Prefeitura por conta dos desvios de verbas públicas. 


Em junho de 2016, a prefeitura, na gestão de Jonas Donizette (PSB), anunciava a ‘‘revitalização’’ da Praça da Juventude,

a promessa era entregar a área de lazer à população em seis meses, mas o prazo passou longe de ser cumprido.

A prefeitura alegou dificuldades por causa da crise política que assolou todo o país.

Jornal Legal © 2019 - Todos os direitos reservados