top of page

14/Junho/2024 

A Secretaria de Saúde de Campinas prorrogou até o fim de junho a campanha de vacinação contra a poliomielite. O público-alvo é formado por crianças de até 4 anos e os imunizantes continuam disponíveis em todos os 68 centros de saúde (CSs) da cidade.

A campanha teve início em 27 de maio e inicialmente seria encerrada nesta sexta-feira, 14 de junho. A coordenadora do Programa de Imunização, Chaúla Vizelli, enfatizou que a dose é segura e imprescindível para reduzir o risco de reintrodução do vírus da pólio no Brasil.

“Esta ampliação do período é uma nova chance para que pais ou responsáveis pelas crianças compareçam aos centros de saúde. Em todas as unidades básicas é possível atualizar as cadernetas com outras doses do Calendário Nacional, se necessário”, explicou. 

Meta da campanha

A meta é  imunizar ao menos 95% das crianças de 1 a 4 anos, grupo estimado em 50 mil pessoas. Neste grupo a vacinação é indiscriminada, ou seja, mesmo quem tem o esquema vacinal completo deve receber a dose oral. 

Já para menores de 1 ano, se houver necessidade, é feita a atualização do esquema vacinal, com a dose injetável, e os dados entram para a cobertura vacinal de rotina, que em 2023 foi de 92,8%. Por isso, não há meta nesta faixa.

O último caso de poliomielite no Brasil ocorreu em 1989, sendo que em 1994 houve certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem. Mas, em 2023 o País foi classificado como de alto risco para a reintrodução do poliovírus pela Comissão Regional para a Certificação da Erradicação da Poliomielite na Região das Américas.

A doença é considerada grave e caracteriza-se pela paralisia que, em geral, acomete os membros inferiores, de forma assimétrica e irreversível.

 

Endereços e horários

Os endereços dos centros de saúde e horários das salas de vacinação em cada unidade estão disponíveis na página: https://vacina.campinas.sp.gov.br.

bottom of page