top of page

Milton Paes - 24/05/2024

O CEPROMM - Centro de Promoção para um Mundo Melhor é uma Organização da Sociedade Civil sem fins lucrativos, que atua há 31 anos e uma das unidades fica no Jardim Itatinga. A instituição atende 330 crianças e adolescentes cadastrados e suas famílias, em situação de vulnerabilidade social, sendo 90 crianças de 1 ano e 8 meses a 5 anos e 11 meses, na Educação Infantil; 180 crianças e pré-adolescentes, de 6 a 14 anos, e 60 adolescentes a partir de 15 anos.  Atendimento de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 17h.

Missão

O CEPROMM tem como missão proporcionar meios que favoreçam vida plena às crianças, adolescentes e mulheres em situação social de risco, especialmente aos que vivem expostos ao abuso e exploração sexual. A instituição quer ser uma entidade de referência na prevenção da prostituição, abuso e exploração sexual, reconhecida por sua atuação e utilização dos recursos recebidos.

Serviços

A instituição realiza entre seus atendimentos a Primeira Infância, na Educação Infantil às crianças a partir de 1 ano e 08 meses até os 06 anos em parceria com a Secretaria da Educação Infantil de Campinas na garantia dos direitos básicos em parâmetro com a Legislação.
O CEPROMM oferece também o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Na verdade é um serviço da Proteção Social Básica do Sistema Único da Assistência Social (SUAS). O SCFV realiza atendimentos em grupo. São atividades artísticas, culturais, de lazer e esportivas, dentre outras, de acordo com a idade dos usuários. É uma forma de intervenção social planejada que cria situações desafiadoras, estimula e orienta usuários na construção e reconstrução de suas histórias e vivências individuais, coletivas e familiares.
O serviço tem como objetivo fortalecer as relações familiares e comunitárias, além de promover a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando o sentido de vida coletiva. O Serviço de Convivência e Fortale- cimento de Vínculos possui um caráter preventivo, pautado na defesa e na afirmação de direitos, e no desenvolvimento de capacidades dos usuários.

Bazar beneficente e doações

Maria Cleide Barbosa trabalha no CEPROMM há 10 anos e há 8 anos é  gerente do Bazar beneficente que funciona no Jardim Itatinga e oferece uma ampla variedade de itens, incluindo roupas, sapatos, livros e móveis. O bazar também funciona na unidade da Rua Major Luciano Teixeira, 170, no bairro Bonfim em Campinas. A entidade aceita doações e está disponível para combinar a entrega ou retirada através do telefone (19) 2121-5940. "Agradeço a Deus por fazer parte da família CEPROMM. Sou formada em administração e MBA em empreendedorismo. Pratico no Cepromm tudo que aprendi na faculdade", diz Cleide do Bazar, como é mais conhecida.


Cleide também falou sobre o trabalho desenvolvido na instituição e também da fila de espera que existe para cadastro de crianças  e adolescentes. "O CEPROMM tem sim uma lista de espera. Eu acredito que se a gente tivesse uma outra estrutura do tamanho do CEPROMM continuaria tendo lista de espera porque entra com 1 ano e 8 meses e pode sair com 18 anos. Para os maiores envolve atividades voltadas ao mundo do trabalho. Não são cursos profissionalizantes, mas sim atividades voltadas ao mundo do trabalho envolvendo, inclusive, processos seletivos com parceiros de grandes empresas. Tem muita gente que não sabe sobre esse trabalho que é realizado. Para manter isso, os bazares e agora a gente tem a padaria também que são negócios sociais de extrema importância para a instituição e muita gente não conhece", conta Cleide.

Padaria ‘Sabor do Bem’

O projeto “Padaria Sabor do Bem” tem como objetivo a fabricação de produtos da linha de panificação tendo em vista a sustentabilidade financeira da organização para manter as ações sociais. Com o desenvolvimento do projeto, futuramente o CEPROMM fomentará a inclusão sócio produtiva, viabilizando o empreendedorismo e a empregabilidade para pessoas do entorno.

Venda de panetones e pão de mel

O CEPROMM já vem realizando a venda de panetones, pão de mel e outros itens de maneira informal há mais de 8 anos. E agora mais uma boa notícia. Com ajuda de muitos parceiros, foi criada uma filial, materializando esse sonho em realidade. A fábrica de panificação contribuirá para gerar sustentabilidade financeira da organização e assim manter os atendimentos às famílias em situação de vulnerabilidade social acompanhadas pelas unidades do CEPROMM.

bottom of page